sexta-feira, 29 de julho de 2016

Condolências a Luc Hoffman uma vida dedicada à conservação da Natureza e uma inspiração para a criação da Reserva da Faia Brava

A Associação Transumância e Natureza manifesta condolências pelo falecimento de Dr. Luc Hoffmann
. Com 93 anos de idade levou uma vida extraordinária dedicada a causas da conservação da natureza.
Hoffmann (1923-2016) foi um dos primeiros membros do conselho de administração da WWF International e o seu primeiro vice-presidente de 1961 (ano da criação da WWF, então World Wildlife Fund, hoje World Wide Fund for Nature) até 1988. “Não só ajudou os fundadores da WWF International a estabelecer a organização a nível global como fundou a WWF França e a WWF Grécia”, salienta em comunicado o braço francês da organização.
O ânimo e inspiração deste Homem levou à criação da Associação Transumância e Natureza e mais tarde a criação da primeira Área Protegida Privada a Reserva da Faia Brava. Luc Hoffman visitou presencialmente a Região em Junho de 2000 aquando da aquisição da primeira propriedade que iria resultar na criação da Reserva da Faia Brava.  Luc Hoffman regressou em 2012 e foi com muita satisfação que encontrou uma Reserva já consolidada e em crescimento.
A Associação mantém um protocolo de cooperação e apoio com a Fundação MAVA da qual  Luc Hoffmann foi fundador em 1994, a MAVA foi criada  com o intuito  de formalizar o seu compromisso da sua vida com a conservação da Natureza e com o intuito de apoiar financeiramente iniciativas e organizações chaves nessa missão.
É com sentido de missão e muita responsabilidade que a Associação Transumância e Natureza continua diariamente a trabalhar na criação de espaços para a Natureza, que visionários como Luc Hoffman acreditaram que seria possível concretizar.

“A perda de um visionário da conservação mundial da natureza como Luc Hoffmann deve fazer-nos reflectir sobre a actual falta de liderança política na defesa ambiental”, comentou Asunción Ruiz, directora-executiva da Sociedade Espanhola de Ornitologia (SEO/Birdlife). “Hoje o mundo precisa, mais do que nunca, de muitos Luc Hoffmann.”
Foto: Junho 2000 no Pombal  de Côto no que seria o início da Futura Reserva da Faia Brava